Bilionário asiático defende aumento de impostos para combater desigualdade

Não é comum ver um empresário sugerir o aumento de imposto. Mas é isso que defende o homem mais rico de Hong Kong. Para Li Ka-shing, considerado o 8º homem mais rico do planeta segundo a revista Forbes, elevar os impostos pagos pelas empresas em Hong Kong é o melhor caminho para melhorar a qualidade de vida dos mais pobres. A declaração foi dada a recentemente à rede de notícias Bloomberg.

Os impostos pagos pelas empresas em Hong Kong estão entre os mais baixos do mundo. E, enquanto isso, segundo a Bloomberg, um em cada sete habitantes da ilha vive com renda mensal familiar inferior a 2.100 dólares. Para Ka-shing, que tem 87 anos, além de aumentar os impostos para ter um mundo mais equibrado é preciso aumentar as oportunidades para os jovens.