Escola usa telhado verde para ensinar consciência ambiental

Tudo começou no ano de 2003 em Greenwich Village, dentro da ilha de Manhattan, em Nova York.
Foi lá, no topo de uma escola pública, que a mãe de alunos Vicki Sando decidiu montar um
telhado verde solar para ensinar aos filhos consciência ambiental.

Foram dez anos até que as placas de captação de energia solar fossem instaladas, mas agora o
que era apenas uma ideia focada dentro de uma unidade escolar ganhou força e, no próximo verão, outras
24 escolas da cidade devem ganhar espaços semelhantes, permitindo aos professores demonstrar
na prática a sustentabilidade.

O telhado verde com as placas solares na escola de Nova York. Foto reprodução: Kelly Weill e Megan Westervelt.

De acordo com a idealizadora do telhado verde, esse “oásis exuberante” no meio do concreto,
além de embelezar o bairro e promover um contato maior com a natureza, é capaz de gerar
energia por conta dos painéis solares.

Apesar de não haver nenhuma disciplina sobre ecologia ou energia solar na grade escolar,
muitos docentes passaram a usar o telhado verde da escola para educar os alunos nesses temas.
“A ideia permite que os alunos vejam de perto como funciona uma energia mais limpa, o que será
cada vez mais importante para o futuro”, disse Vicki.

Leia também: França cria lei para telhados verdes em prédios comerciais