Eu e minha família mudamos radicalmente de vida

Por Marília Middleton

Eu e o meu marido Frank decidimos comprar um veleiro e sair mundo afora com a nossa família. Era um desejo que tínhamos desde que nos casamos em 2003. Hoje 03/04/2016, estamos levantando âncora em direção ao nosso sonho.

Tudo começou em 1998, quando conheci Frank. Ele estava de passagem por Salvador, onde nasci, dando a volta ao mundo em um veleiro com mais três amigos. Eles participavam de uma regata com mais de 50 barcos de vários lugares do mundo. Achei muito legal e fiquei encantada com a ideia.  Nos apaixonamos e 5 anos depois do nosso encontro, nos casamos. Frank falou então que gostaria de me mostrar todos os lugares por onde tinha passado. Decidimos que em 10 anos faríamos essa viagem juntos.

Dez anos se passaram, mas ainda não estávamos prontos para essa mudança radical de vida. Começamos a nos preparar aos poucos para esta aventura, já com nossos 3 filhos. Sempre falávamos para eles que queríamos velejar com a família para onde Frank tinha ido quando ele deu a volta ao mundo, além de explorar novos lugares também. Frank então começou a procurar veleiros e a pesquisar sobre famílias que velejam pelo mundo com crianças a bordo. Comecei a me desfazer de muitas coisas como objetos, roupas, mobílias, sapatos, tudo que não tinha mais sentido em ter ou guardar.  Eu estava literalmente me livrando de tralhas! Também comecei a pesquisar sobre a vida em veleiros, escola, alimentação, medicamentos, etc…

Um ano depois encontramos o barco que queríamos, um Catamarã A57!  Compramos e começamos a prepará-lo para a nossa viagem. As crianças ficaram animadas, mas ao mesmo tempo tristes com a ideia de deixar os amigos. João, o meu filho mais velho, na época com 20 anos , hoje ele tem 22, ficou super animado em vir conosco. Frank queria mais do que nunca fazer essa viagem com a família.  Ele queria deixar aquela vida tradicional de trabalhar muito e não ter tempo para a família. Eu estava animada, pois nunca gostei muito de rotina e sempre tive vontade de conhecer outras culturas e queria muito expor meus filhos ao mundo. Acho importante ter uma visão de mundo vivenciando outros estilos de vida, conhecendo e aprendendo a respeitar idéias e sociedades diferentes. Seria também um desafio para mim sair da minha rotina de dona de casa, esposa e mãe para passar a ser velejadora, exploradora, aprendiz e professora. Não que eu estivesse deixando de ser dona de casa, esposa ou mãe. Continuaríamos sendo uma família acima de tudo e agora nos tornamos literalmente uma equipe, na qual todos ocupam papeis importantes e imprescindíveis ao nosso desempenho velejando.

Meu cunhado Woodward Jr., de boné à esquerda e meu sogro Henry Woodward, acompanharam o nosso embarque.  João Victor Tourinho, meu filho,  é o de óculos e cabelo grande preso em um coque, meu marido Frank Middleton está do meu lado direito e à minha esquerda estão minhas filhas Julia, que aparece atrás da Sophia a última na ponta.  

* Sempre que os ventos permitirem, Marília enviará notícias da família Middleton em sua aventura pelo mundo a bordo do Catamarã A57. Aguardem!