Indiano ensina crianças pobres embaixo de viaduto

Não é apenas no Brasil que o direito à educação é privilégio de poucos. Em outras nações emergentes, como a Índia, muitas crianças não têm acesso à escola. E foi isso que motivou Rajesh Kumar Sharma a tomar uma atitude.

Após sofrer problemas financeiros e largar a faculdade, ele decidiu usar seu tempo livre para reunir professores para ensinar de graça crianças que vivem embaixo de uma ponte em Nova Délhi. Foi lá que ele montou sua sala de aula improvisada.

Com um currículo dividido em dois turnos, com início às 9h e término às 14h, as turmas beneficiam 200 jovens indianos, que nem sempre conseguem comparecer todos os dias por precisarem ajudar os pais com trabalho.

Rajesh Kumar Sharma durante uma de suas aulas. Foto reprodução.

Utilizando tepetes no lugar de mesas e as paredes como lousas, Rajesh e os demais professores ensinam disciplinas como leitura, escrita, inglês, matemática, ciências e geografia. E, de tempos em tempos, os alunos recebem por diações roupas e alimentos.

Agora, o professor indiano iniciou uma luta para conseguir que seus alunos ingressem no ensino regular. Até então, 60 dos estudantes mais assíduos conseguiram vagas em escolas de verdade. Um ótimo exemplo a ser seguido.