“Rivais” se unem para marcar gol de solidariedade

A solidariedade entrou em campo pra valer na campanha para doação de sangue da Hemorio deste ano. Tudo por conta da iniciativa de uma dupla do bem. Leonardo Portugal e Daniel Franco são amigos e co-fundadores do Multihugs, uma plataforma criada para estimular e contabilizar boas ações. Analistas de sistema por formação, os dois, na verdade, se sentiam ativistas sociais por vocação. “Sempre tivemos o objetivo de fazer uso da tecnologia para favorecer causas sociais e ambientais. Aí mesmo sem muito tempo livre, trabalhando em bancos e multinacionais,  fomos conversando sobre a possibilidade de fazermos algo, até que surgiu a ideia de criar um aplicativo para abraçar causas. Multihugs significa múltiplos abraços, ou seja, pessoas diferentes abraçando a mesma causa.” Ainda segundo Leonardo, a ideia da plataforma é unir pessoas e marcas à uma causa e fazer com que elas sejam recompensadas de alguma forma quando fizerem um ato de solidariedade. Para a campanha de doação de sangue do Hemorio, o Multihugs criou um estímulo a mais para incentivar as pessoas a realizarem a boa ação. Além de salvar vidas, o doador ainda pode dar uma moral para o clube do coração.  “Pensamos que se estimularmos as torcidas de futebol a se confraternizarem na hora doar sangue, temos a possibilidade de conseguir mais doadores e ainda fidelizá-los para o futuro, porque essa campanha começa agora, mas continua no Campeonato Carioca durante todo o ano de 2017.”  O jogo é o seguinte, na hora de doar sangue, a pessoa diz para qual time torce e marca um “gol” no placar da solidariedade.  No final da campanha, o Rio de Janeiro vai saber qual é a torcida carioca mais solidária. “No Brasil, só 1,8 % das pessoas doam sangue e segundo a Organização Mundial de Saúde, o ideal seria 3,5% a 5%” diz Leonardo. Até o segundo dia da “competição, ” foram coletados 943 bolsas de sangue e os rubro-negros aparecem na liderança, dando literalmente mais sangue, seguidos pelos vascaínos, tricolores, e botafoguenses. Para a nação rubro-negra o desafio é manter a liderança e para os demais torcedores, virarem o jogo! A campanha de doação vai até sexta-feira de 8 às 17h, na Cinelândia, Centro do Rio.