Milionário chinês cria centro de resgate para salvar cães de matadouro

No auge do crescimento econômico da China, o jovem empresário do ramo siderúrgico Wang Yan ganhou muito dinheiro. Porém, nesse mesmo período ele enfrentou um momento difícil: a perda de seu cachorro, que desapareceu.

Após muito tempo procurando o animal de estimação, a busca o conduziu a um matadouro, onde as cenas de crueldade mudaram sua vida. Por conta do que viu, o milionário resolveu gastar parte de sua fortuna para construir um centro de resgate de cães na cidade de Changchun, localizada na província de Jinlin, no nordeste da China.

O milionário chinês Wang Yan em seu centro de resgate de cães. Foto de divulgação.
O milionário chinês Wang Yan em seu centro de resgate de cães. Foto de divulgação.

Lá, ao custo de alguns milhões, Yan cuida de mais de 2 mil cachorros resgatados de diversos matadouros e recolhidos das ruas.

Em algumas regiões da China a carne de cachorro é bastante apreciada, sendo o consumo responsável pelo abatimento de mais de 10 mil animais anualmente – alguns, de acordo com jornais, roubados de seus donos.

O milionário chinês Wang Yan em seu centro de resgate de cães. Foto de divulgação.
O milionário chinês Wang Yan em seu centro de resgate de cães. Foto de divulgação.

Sem contar com auxílio financeiro de outras pessoas ou instituições, Yan segue custeando do próprio bolso a alimentação e os tratamentos médicos de seus hóspedes caninos. Além disso, ele organiza feiras de adoções e aceita doações.

Centro de resgate de cães, na China. Foto de divulgação.