ONG produz sapato que cresce para crianças pobres

A ONG norte-americana Because International está produzindo sapatos que crescem até cinco tamanhos para doar para crianças pobres. O calçado, chamado The Shoe That Grows (o sapato que cresce), é ajustável e pode acompanhar cada criança por vários anos, melhorando sua qualidade de vida por mais tempo.

Para as crianças, os sapatos normalmente têm um tempo limitado de uso devido ao crescimento rápido. Para famílias pobres ou instituições que cuidam de crianças carentes, a perda dos calçados é um problema. Com essas sandálias, o crescimento é acompanhado pelos ajustes e elas mantêm sua utilidade por mais tempo.

O sapato que cresce foi criado por Kenton Lee, um pastor de uma pequena cidade do estado de Idaho. A ideia começou a nascer no período que ele passou no Quênia, em 2007, durante o qual ele testemunhou como era difícil para as crianças do país ter acesso a calçados durante toda a infância.

Com a ajuda de designers de uma empresa de calçados, ele desenvolveu esses modelos que agora distribui para todo o mundo.

Os sapatos permitem que as crianças consigam ir à escola e brincar de forma mais confortável e melhora sua autoestima. Além disso, nos países pobres o uso de um sapato evita que as crianças contraiam doenças transmitidas pelo contato com solo contaminado.

Kenton Lee, criador dos sapatos ajustáveis The Shoe That Grows. Foto divulgação

O Shoe That Grows tem sola de borracha resistente e o restante é feito com couro, para maior durabilidade. As peças são ajustadas por meio de botões e pinos na parte superior, que permitem adaptar para cinco tamanhos diferentes.

A distribuição é feita em parcerias com outras ONGs, igrejas ou instituições que atendem populações carentes de qualquer parte do globo. A produtora dos sapatos também incentiva pessoas que estão indo viajar para locais onde a população local é mais vulnerável a levarem alguns pares na bagagem e doar a crianças que cruzarem seu caminho.

Crianças da Etiópia vestem calçados produzidos no país. Foto divulgação

A produção de cada par de sapatos ajustáveis tem um custo de 15 dólares. A ONG afirma já ter fabricado mais de 110 mil pares, que foram distribuídos para crianças carentes em mais de 90 países.

Recentemente, a organização abriu uma fábrica para a produção dessas sandálias na Etiópia para, além de produzir calçados para as crianças da região, dar empregos para a população local.

Leia também:

Menina inventa mochila para crianças que fazem quimioterapia