Painel de energia solar imita movimento do girassol

O austríaco Alexander Swatek se inspirou na natureza para criar um novo tipo de painel para captação de energia solar. Chamado de Smartflower, o projeto imita o formato e os movimentos de um girassol para tirar maior proveito da luz do sol durante todo o dia.

Swatek dedicou quatro anos ao desenvolvimento do seu girassol gigante. O resultado é um painel móvel capaz de gerar energia limpa suficiente para suprir sozinho as necessidades de uma casa com três ou quatro moradores, considerando a quantidade de sol disponível em um país europeu como Portugal.

Smartflower gera energia solar suficiente para uma casa com até quatro moradores. Foto Divulgação
Smartflower gera energia solar suficiente para uma casa com até quatro moradores. Foto Divulgação

O Smartflower visa o público comum, que quer utilizar energia limpa em suas casas, e afirma ter um sistema fácil de instalar e configurar.

O aparelho é formado por uma base fixa e “pétalas” feitas de painéis solares. Durante a noite ou quando não há sol, as pétalas permanecem fechadas, mas, ao amanhecer elas se abrem e começam a captar energia.

Ao longo do dia, o equipamento acompanha o movimento da luz, girando para acompanhar o sol e continuar gerando o máximo de energia possível. As mudanças de posição ao longo do dia são reguladas por um sistema baseado em GPS.

Veja no vídeo o Smartflower em funcionamento:

Em caso de chuvas, ventos fortes ou outras condições meteorológicas que possam afetar sua estrutura, o Smartflower se fecha por completo.

Para aproveitar esse sistema em casa, no entanto, é preciso ter espaço. Segundo o fabricante, o ideal é que ele seja instalado em uma área de 25 m2. Quando fechado, o Smartflower mede 2,6 metros de altura e 1,4 metro de largura, e aberto ele aumenta para 2,9 m de altura e 4,7 m de largura.

Por enquanto, o aparelho está disponível apenas na Europa.

Leia também:

ONG ilumina comunidades carentes com energia solar