Singapura constrói passarela exclusiva para animais

Uma estrada de alta velocidade construída entre duas reservas naturais de Singapura estava colocando em risco os animais que habitavam as duas áreas. O número de atropelamentos estava alto e espécies estavam com sua sobrevivência ameaçada. Além disso, o que antes era um único ecossistema vinha sendo quebrado pela rodovia, separando a flora e a fauna em dois sistemas diferentes.

Para resolver o problema, as reservas naturais Bukit Timah (BTNR) e Central Catchment (CCNR) recorreram a uma ideia inovadora: a construção de uma passarela ecológica. A ponte, chamada Eco-Link@BKE, tem 62 metros de comprimento e é totalmente coberta por vegetação, reproduzindo as características naturais dos parques e, dessa forma, atraindo os animais a circular por ela ao invés de enfrentar a estrada.

passarela destinada a animais
Eco-Link@BKE, passarela para animais. Foto de divulgação

A passarela foi desenvolvida em conjunto pelo governo, grupos de proteção à natureza e a administração dos parques. Mais de 30 espécies de plantas presentes nas duas reservas foram cultivadas na ponte, tornando a construção uma extensão da natureza local.

Os animais terrestres foram os principais beneficiados pelo Eco-Link, mas não foram os únicos. Pássaros e insetos também passaram a transitar com segurança entre as duas reservas, utilizando a vegetação como proteção. E, para não incomodar ou desencorajar os animais, o acesso à passarela não é permitido aos humanos. Pequenas excursões guiadas são realizadas eventualmente, para divulgar a importância da biodiversidade, mas utilizam apenas um caminho de pedras reservado nas laterais da passarela, sem ter acesso à área com vegetação, exclusiva aos animais.

Veja abaixo imagens da passarela e dos animais que circulam por ela: