Solução simples para “amamentar” filha

Anthony Favors, chef de cozinha da cidade de Buffalo, nos Estados Unidos, ganhou fama instantânea na internet ao criar uma solução simples e sem custo para simular a amamentação para sua filha.

Para lidar com a vontade da filha de mamar na ausência da mãe, Favors cortou uma pequena abertura em uma camiseta e colocou ali a mamadeira com leite materno, satisfazendo o desejo da menina e a saudade que ela estava da mãe.

A filha Lily’ahna, de 10 meses, não aceitava mamadeira e a família vinha se debatendo com a dificuldade de alimentá-la enquanto a mãe estava no trabalho. A criança logo aceitou a solução criada pelo pai, permitindo que a mãe pudesse continuar saindo durante o dia.

Solução simples: Anthony Favors com a filha Lily'ahna.
Solução simples: Anthony Favors com a filha Lily’ahna. Foto Reprodução Facebook

Favors contou ao jornal britânico Metro que sempre teve dificuldade de alimentar a filha por ela ser uma criança muito agitada e que recusava a mamadeira. Para ele, a experiência o aproximou ainda mais da criança.

O chef aproveitou a exposição que a notícia ganhou no mundo para defender que pais tenham papel mais ativo na criação dos filhos. “Eu me sinto muito bem por poder dar mais espaço para minha esposa e que ela possa sair para trabalhar sem se preocupar”, diz.

Os Estados Unidos não possuem uma lei federal que regule a licença-maternidade remunerada. A única regra nacional existente determina que a mulher tem direito a 12 semanas de afastamento do trabalho, sem remuneração. Outras diretrizes podem ser criadas por cada estado ou podem ser estipuladas pelas próprias empresas.

A recomendação da Organização Internacional do Trabalho (OIT) é de que todos os países devem garantir um mínimo de 14 semanas de licença à mãe com remuneração não inferior a dois terços dos seus ganhos mensais no trabalho.

Leia também:

Pai faz criança com síndrome de Down conseguir voar