Startup desenvolve relógio em braille

Um produto com foco na inclusão. Esse foi o primeiro objetivo dos envolvidos na criação do Dot
Watch, um relógio inteligente que dispensa ponteiros e tela, pois funciona utilizando a
premissa do braille, o sistema de leitura para cegos criado por Louis Braille em 1824.

Da mesma forma que ocorre com os smartwatches, o aparelho é capaz de receber e enviar
mensagens de texto – traduzindo-as com os pontos magnéticos que permitem a qualquer pessoa com
deficiência visual entender o que foi transmitido.

Desenvolvido pela start up Dot in Corp, até o momento o Dot Watch só está disponível em inglês
e coreano. Porém, existem planos de criar versões em outros idiomas. Além disso, na lista de
projetos vindouros da empresa está o Dot Pad, com o qual será possível entender imagens por
meio de representações gráficas avançadas.

Stevie Wonder (centro) posa com o co-fundador da Dot,  Kim Ju Yoon (segundo da esquerda) e outros funcionários da empresa no estande de Dot na Conferência CSUN 2016.
Stevie Wonder (centro) posa com o co-fundador da Dot, Kim Ju Yoon (segundo da esquerda) e outros funcionários da empresa no estande de Dot na Conferência CSUN 2016. Foto: Jeon Han, Korea.net Photographer, Dot
O smartwatch em braile desenvolvido pela startup Dot in Corp.
O smartwatch em braile desenvolvido pela startup Dot in Corp. Foto divulgação.