Startup transforma celulares usados para combater o desmatamento

Quem poderia imaginar que os milhares de aparelhos celulares descartados anualmente servem para combater o desmatamento em florestas brasileiras? A startup Rainforest Connection desenvolveu um projeto que vem colaborando com a fiscalização de habitats naturais na Ásia, África e América do Sul.

Para isso, a Rainforest Connection idealizou um meio de utilizar celulares antigos abastecidos por energia solar para captar sons da floresta e, no caso de detectar algum áudio envolvendo motosserras, tiros ou choro de animais, alertar imediatamente guardas ambientais por meio de um sinal emitido pelo aparelho.

Aparelho desenvolvido pela startup Rainforest Connection com smartphones descartados. Foto divulgação.

O dinheiro utilizado tanto para a criação do software, quanto para a montagem das peças utilizando smartphones – que sozinhas são capazes de fiscalizar um quilômetro de mata -, foi arrecadado por meio de financiamento coletivo.

O mais importante do projeto desenvolvido pela Rainforest Connection é sua dupla função ecológica: por um lado, eletrônicos que seriam descartados são reaproveitados enquanto, por outro, as florestas ganham auxílio no combate à caça e ao desmatamento.

Até o momento a atitude ajudou a proteger cerca de 300 hectares de mata virgem. E agora, de acordo com Topher White, CEO da startup, o próximo passo é lançar um aplicativo que permita a qualquer um ouvir o som das florestas em seus celulares – ajudando ainda mais em sua preservação.