Suécia fecha quatro presídios por falta de presos

Exemplo para o mundo em diversos indicadores sociais, a Suécia tem obtido sucesso também em suas políticas em relação ao combate ao crime. O programa tem dado tanto resultado que recentemente o país fechou quatro presídios e um centro de detenção preventiva por falta de presidiários.

A população carcerária do país está diminuindo regularmente desde 2004. Nos últimos treze anos, o número de presos diminuiu em média 1% ao ano, chegando a cair 6% entre 2011 e 2012.

Imagem de cela sueca onde a taxa de reincidencia criminal diminui
Cela de prisão na Suécia. Foto reprodução.

O governo sueco acredita que o fechamento dos presídios foi resultado de um reforço na política de reabilitação de presos, que diminuiu a reincidência entre ex-detentos. Ao deixar a prisão, eles recebem apoio psicológico, ajuda para encontrar emprego e pessoas com problemas com violência, drogas ou álcool recebem tratamento específico. Com isso, a taxa de reincidência é de cerca de 40%, metade da registrada no resto da Europa.

O país também está mudando a forma como lida com crimes relacionados a drogas ilegais, oferecendo penas alternativas ao invés de condenação à prisão.