Alimentos gratuitos em mercadinho

Que o desperdício diário de alimentos no Brasil é alarmante todos sabemos. O mais triste é que, muitas vezes, frutas e legumes são descartados por causa da aparência, por serem considerados feios pelo consumidor – o que não significa estarem impróprios para alimentação.
Por outro lado, ainda existem famílias que lutam para ter alguma coisa na geladeira… Foi pensando nessas famílias carentes que Maíra Mousinho e Jackson Moura, proprietários de um mercadinho em Petrolina, no agreste de Pernambuco, decidiram implementar uma ideia muito bem recebida pela população.
Pessoas com dificuldades podem pegar alimentos na prateleira.
Pessoas com dificuldades podem pegar alimentos na prateleira. Foto reprodução.
Os alimentos que ficam parados em seu comércio são levados a uma prateleira especial, dedicada aos mais necessitados, propositalmente colocada na entrada do estabelecimento.
Tudo que é deixado lá, seja arroz, feijão, frutas, legumes ou pães, pode ser levado gratuitamente por pessoas em situação de vulnerabilidade social. Porém, uma placa explica direito qual o critério a ser levado em consideração: “Você está com fome? Pode pegar. Mas pegue apenas o necessário para você, pois tem mais pessoas com fome”.
O mais interessante é que alguns clientes têm trazido seus próprios alimentos para manter o espaço sempre cheio. Uma prova de que basta uma primeira atitude positiva para que outros adotem a mesma postura.
Bravo!