O que te impede de ser feliz?

A pergunta pode parecer uma provocação e é mesmo. Assisti esses dias ao documentário Happy – Você é Feliz? que me fez repensar a tal busca da felicidade. O filme do diretor Roko Belic traz diversos exemplos de pessoas felizes que não se encaixam em nada no modelo de vida visto como ideal pela grande maioria. Pessoas com muito pouco ou quase nenhum recurso material, pessoas que passaram por grandes traumas, que sofreram perdas significativas na vida, mas que ainda assim são felizes. Qual seria o segredo para essa felicidade genuína? Não vou discorrer aqui sobre as causas apresentadas no documentário, primeiro para não estragar a surpresa daqueles que ainda não viram Happy e depois porque o foco aqui é a sua felicidade. O que te impede de ser feliz agora? Se você pensou em todos os problemas da sua existência e já estava aí preparado para listá-los, pode parar. A pergunta não é o que te fez ou está te fazendo infeliz e sim o que está te impedindo de ser feliz neste momento. Percebe a diferença? Normalmente somos infelizes por algo que aconteceu no passado ou por aquilo que não sabemos se vai acontecer no futuro. Vivemos entre o sentimento de perda de algo que já passou e de angústia de algo que pode ou não vir a passar. E onde fica o presente? O que está ao seu alcance agora que vai te fazer feliz? A origem da palavra presente vem do latim praesentia, que significa alguma coisa que está perto, ao alcance de alguém. Meu pai costumava dizer uma frase nos momentos em que eu, minhas irmãs e minha mãe começávamos a falar de coisas negativas da família, que nos deixavam mal, mas que ainda assim trazíamos para discussão. Em meio ao clima pesado que se instalava, ele dizia “Gente, que bom que estamos aqui!” Eu achava aquilo meio sem sentido, pensava comigo, não diga… sim, estamos aqui e daí? Daí que ele já não está mais aqui e não posso abraçá-lo e dizer, pai, sou muito feliz por ser sua filha. Em vez de buscar a felicidade como algo longe, distante, ou como algo perdido no passado, busque enxergá-la agora, nos pequenos momentos do presente. Afinal, que bom que estamos aqui.

Quer saber mais sobre Coaching de Consciência? Envie um e-mail para analuizaprudente@mudatudo.com.br e seja feliz!

 

Leia também – O poder da consciência na era pós-industrial