“Precisamos parar com o culto à individualidade”

Na medicina tradicional chinesa, doença significa desarmonia. Se algo não vai bem no corpo, é porque houve um bloqueio de energia e a força vital parou de fluir. Restaurar a harmonia do ser humano é uma das especialidades de Carmen Saez Dy Uai, a Carmen Shanghai.

O MUDA TUDO conversou com a Mestra em Teoria da Abrangência (que aborda estudos da Kabala, Alquimia, Simbologia, Eneagrama e Numerologia) sobre o desafio de estabelecer o equilíbrio entre o corpo e o meio ambiente em meio a tantas mudanças no mundo. Para essa filha de pai basco-espanhol e mãe chinesa e amiga do Dalai Lama, a solução para mudarmos o mundo para melhor está em enxergar o outro.