Somos a própria natureza

“Somos a natureza, não somente vivemos nela. ” A frase é de Marcela Iglesias, psicóloga chilena que trabalha para despertar o sentido deste pertencimento à natureza nas crianças. Diante da necessidade tão grande de investirmos na educação de nossos pequenos brasileiros, fomos conversar com Marcela para saber um pouco mais sobre o trabalho dela como educadora ambiental no Chile. Marcela trabalha para a fundação Caserta.

Marcela Iglesias: somos natureza
À direita: Marcela Iglesias

Muda Tudo: Marcela, como nasceu seu interesse pelo desenvolvimento sustentável sendo psicóloga?

Marcela Iglesias: Meu interesse na verdade é ser uma cidadã do nosso planeta. Trabalho com educação ambiental desde o ano 2000 e foi a partir do trabalho, ligando psicologia e crianças, que me dei conta do potencial que tem o “sentir-se parte”. Muitas crianças com quem trabalho se sentem sozinhas, vindas de famílias disfuncionais, sem nenhum círculo protetor. E o vínculo é algo muito importante. Então a peça central do meu trabalho é fazer com que elas se sintam parte da biosfera, entendam que nós somos natureza e não somente estamos na natureza. É preciso conectar a partir da emoção, vincular o ser humano desde pequeno com o ecossistema. Porque a gente cuida do que ama e ama o que conhece.

alunos de Marcela Iglesias aproveitam a natureza

 

MT: Qual a maior dificuldade que você encontra para realizar o seu trabalho?

MI: É necessário que aconteça uma mudança de consciência e, depois, ações concretas. E isso é um desafio porque vivemos em uma sociedade consumista, descartável, que não entende bem que é parte da biosfera. Ainda existe aquela ideia de que a natureza é uma paisagem.

grupo reunido na natureza por Marcela Iglesias

 

MT: Marcela, você fala muito sobre a importância de perguntar.

MI: As perguntas criam um hábito crítico, que não dita verdades, mas abre caminhos para compreender, refletir e construir um mundo com base nas interações, no diálogo e em uma constante construção.

MT: Então para resumir: o que podemos fazer para que nossas crianças e jovens sejam protagonistas de um mundo melhor?

MI: O vínculo com a natureza desde cedo. Isso favorece uma maior consciência e a mudança de hábitos. Conhecer, amar e cuidar é definitivamente o passo mais rápido.

Veja também:

Nossa Amazônia