Aqualung mudando o meio ambiente

O Instituto AQUALUNG foi criado em 1994 (apesar de a marca existir desde 1986) e se tornou uma das mais atuantes organizações brasileiras na área de preservação do meio ambiente marinho e educação ambiental. O pessoal do Aqualung foi precursor de muitas ações, quando pouco ainda se falava sobre o impacto do crescimento econômico não sustentável no planeta.

Em 89, eles fizeram uma parceria com o projeto TAMAR para proteger as tartarugas marinhas que estavam em risco de extinção por causa da pesca predatória. Na época, não havia lei defendendo a espécie e pescadores vendiam seus ovos e cascos livremente por aí. Hoje, existem legislações para proteger a desova das tartarugas nas praias, mas existe um outro grande problema que ameaça a vida destes animais marinhos: a enorme quantidade de plástico que acaba indo para o mar. Centenas de animais morrem todos os anos por confundir o material com alimento. E a tartaruga marinha é apenas uma espécie em risco.

Atualmente, o Instituto Aqualung trabalha sobre 3 projetos próprios (além de dar apoio a diversos projetos externos). O projeto Limpeza na Praia é um deles. E este fim de semana, dia 17 de setembro, tem a gincana anual do Projeto Tatuí ( ler post sobre o evento)

 

Outra ação do Instituto se chama Projeto Tubarões no Brasil. Criado em 2005, o PROTUBA realiza campanhas para desmistificar a imagem assustadora de tubarões e mostrar para a sociedade o papel superimportantes destes animais na manutenção da equilíbrio do ecossistema marinho.

 

O terceiro projeto que o Instituto gerencia é o Projeto Florestas no Brasil, que tem o objetivo de conscientizar a sociedade da importância da preservação das florestas. Além de realizar ações de educação ambiental, o AQUALUNG planta espécies nativas em ambientes desmatados.

 

O Instituto tem esses 3 projetos em sua linha de frente e ainda realiza uma série de cursos ligados à preservação do meio ambiente, presenciais e à distância.