ONU investe em elefantes para salvar Angola

A ONU está investindo em proteger os elefantes de Angola e seu habitat natural para ajudar o país a se desenvolver economicamente e combater a fome e a pobreza. A proposta é cuidar da biodiversidade da região e da vida desses enormes mamíferos para aumentar e profissionalizar o turismo no país e, com isso, estimular a economia.

Em parceria com a União Europeia, o Fundo Global do Ambiente e o governo angolano, a ONU está investindo 10 milhões de dólares na reabilitação do Parque Nacional de Iona e na proteção dos elefantes que vivem nele.

Angola enfrentou uma guerra civil de 1975 a 2002 e, nesse período, a população de elefantes diminuiu drasticamente devido à caça ilegal.

Segundo a agência de notícias da ONU, a província de Cuango Cubando, que há poucos anos era afligida pela guerra, hoje comemora a recuperação da natureza e a população atua como cuidadores dos animais que retornam.