Parlamento Europeu declara guerra à obsolescência programada

Preocupado com o desperdício de dinheiro, energia e recursos, o Parlamento Europeu se prepara para regularizar critérios mínimos de resistência de produtos, desde computadores e smartphones até brinquedos e roupas.

O objetivo principal é lutar contra a obsolescência programada que muitas indústrias impõem aos seus produtos, forçando o mercado a aumentar a durabilidade do que é oferecido aos consumidores e, ao mesmo tempo, encorajando-os a investir mais em reparos antes do descarte.

Eletrônicos são os produtos que mais sofrem com a obsolescência programada.

Eletrônicos são os produtos que mais sofrem com a obsolescência programada. Foto: Pixabay.

Entre as novas práticas, o Parlamento Europeu exigirá o uso de parafusos (ao invés de solda) – o que permitirá ao consumidor abrir um aparelho sem danificá-lo no caso de um conserto – e os rótulos dos produtos deverão indicar com clareza sua longevidade.