Bar de bebidas londrino prega o “desperdício zero”

Novo empreendimento da noite londrina, o bar Cub, programado para estrear em setembro na Kingsland Road, promete seguir à risca o estilo de trabalho de um de seus donos, o chef de cozinha Doug McMaster, dono do restaurante Silo Brighton.

Conhecido pela política de “desperdício zero”, McMaster só compra carnes e verduras diretamente de produtores locais e faz com que todo resto de comida vire adubo por meio de compostagem – e volte para os agricultores.

Além disso, o cardápio conciso, com apenas seis opções de pratos, evita ao máximo que a comida seja desperdiçada, tendo as saladas até o talo dos vegetais utilizados. E a sustentabilidade não é restrita aos alimentos. Toda a louça utilizada é reciclada e a água dos banheiros é reutilizada.

Doug McMaster e Ryan Chetiyawardana, os sócios do novo bar “desperdício zero” Cub. Foto reprodução.

“Num restaurante comum 50% da comida acaba indo para o lixo. Já num cinco estrelas esse número pode subir para 80%”, explica o cozinheiro, ressaltando que em seu espaço apenas 1% do alimento é descartado – e a maior parte disso por causa do que os clientes deixam em seus pratos.

Agora, ao lado do bartender Ryan Chetiyawardana, ele se prepara para abrir o bar Cub – e muito se espera de seu funcionamento. “Nossa ideia com esse empreendimento é servir alimentos sustentáveis de forma excitante e deliciosa – sempre desafiando os sistemas tradicionais que implicam no desperdício de alimentos”.

Por isso, parte das plantas utilizadas na composição de drinks e pratos será cultivada no próprio espaço, permitindo um maior controle dos sabores entregues aos clientes. “Nós não vamos mudar o mundo com um bar, mas queremos incitar a discussão sobre desperdício e sustentabilidade”, afirma Chetiyawardana.