Bilionário constrói iate que limpará plásticos dos oceanos

Se muitos bilionários se preocupassem com soluções para o meio ambiente, é provável que o mundo estivesse
melhor do que está. E alguns deles realmente estão empenhados a mudar as coisas… Na Noruega, o projeto de um mega empresário promete retirar plásticos e outros resíduos sólidos descartados nos oceanos e, com isso, recuperar parte do habitat marinho. Que sirva de bom exemplo para outros… A fauna e a flora marinha agradecem!

O empresário norueguês Kjell Inge Røkke, proprietário de mais de 65% da frota marítima do conglomerado financeiro Aker ASA, está disposto a investir parte de seu patrimônio na limpeza dos oceanos. Com uma fortuna estimada na casa dos 2,6 bilhões de dólares, o ex-pescador, que nasceu em família humilde e venceu na vida, afirma que seu maior sonho é conseguir retribuir todo o bem que o mar já proporcionou a ele.

Para isso, investiu tempo e dinheiro na criação do maior iate do mundo, cuja função será recolher 5 toneladas de resíduos plásticos dos mares todos os dias, livrando assim os oceanos de um de seus maiores problemas: os dejetos humanos sólidos.

O iate REV: projetado para retirar plástico dos mares.
O iate REV: projetado para retirar plástico dos mares. Foto reprodução.

Mas Kjell Inge Røkke não para por aí. O bilionário quer que a embarcação, além da limpeza de plásticos, também funcione como um verdadeiro centro de pesquisa sobre os oceanos. Com capacidade para drones aquáticos e aéreos, dois helipontos e um veículo subaquático autônomo, o iate, que conta com laboratório e auditório, pode abrigar até 60 cientistas por vez. A intenção é que, no iate, promovam-se estudos sobre os mais variados temas relacionados à sustentabilidade, como mudança climática, pesca exploratória e biodiversidade marinha.

Com um projeto que visa minimizar seu impacto no meio ambiente, o iate do bilionário norueguês, batizado de REV (Research Expedition Vessel), deverá entrar em funcionamento total em 2020.