Maior usina fotovoltaica da América Latina fica no Piauí

Um dos estados brasileiros mais antenados com novas formas de geração de energia renovável, o Piauí, já conhecido pelo parque eólico na Chapada do Araripe, na divisa com Pernambuco, prepara a instalação de uma usina fotovoltaica, no Parque Solar Nova Olinda, da Enel Green Power Brasil.
A nova usina fotovoltaica, localizada no município de Ribeira do Piauí, a 377 quilômetros de Teresina, na microrregião do Alto Médio Canindé, recebeu as licenças ambientais de operação da Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Piauí (SEMAR).
Trabalhadores na construção de usina fotovoltaica do Parque Solar Nova Olinda, no Piauí.
Trabalhadores na construção de usina fotovoltaica do Parque Solar Nova Olinda, no Piauí. Foto reprodução.
Composta pelos subparques 08, 09, 10, 11, 12, 13 e 14, que estão organizados em quatro Sociedades de Propósito Específico (SPEs), a usina abrange uma área de 690 hectares, com capacidade total de 290 MW, gerando aproximadamente 600 GWh por ano. O número é suficiente para atender às necessidades anuais de cerca de 300 mil lares brasileiros, evitando a emissão de aproximadamente 350 mil toneladas de CO2 para a atmosfera.
Construído propositalmente em uma área com altos níveis de radiação solar, o Parque Solar Nova Olinda teve investimento na ordem de US$ 300 milhões e deve contribuir para atender a crescente demanda de energia do país.
“A Semar liberou em tempo recorde, apenas três meses, as licenças de operação, tanto do parque como da linha de transmissão que interliga essa unidade de geração de energia à subestação de São João do Piauí”, disse o superintendente de Meio Ambiente da Semar, Carlos Moura Fé, garantindo que, com isso, o estado ganha posição de destaque entre os geradores de energia renovável do país.
Bom seria se outros estados brasileiros seguissem o exemplo do Piauí e buscassem adotar novas formas alternativas de geração de energia, com vistas a melhorar a eficiência da matriz energética nacional. A usinas fotovoltaicas poderiam ser largamente adotadas no Brasil, país próspero em luz solar.