Produtos a granel ganham espaço nos mercados

Se, por um lado, nos últimos anos, a conscientização quanto ao uso da sacolinha plástica nos mercados aumentou, fazendo com que muitos adotassem sacolas não descartáveis, por outro as embalagens seguem reinando nas prateleiras das lojas.

Porém, os formatos adotados pelas indústrias, que englobam garrafas PET, latas de alumínio e embalagens Tetra Pak, começam lentamente a dar espaço para uma prática antiquíssima: a venda a granel.

Além de mais sustentável pelo fato de dispensar as embalagens descartáveis, o método permite ao consumidor comprar exatamente a quantidade que deve consumir, evitando assim o desperdício de alimentos.

Venda de produtos a granel em unidade do grupo Pão de Açúcar.
Venda de produtos a granel em unidade do grupo Pão de Açúcar. Foto: Divulgação.

Em São Paulo, os locais que utilizam a venda a granel são poucos, como a Zona Cerealista, o Empório Döll e a Estação dos Grãos. Mas uma unidade da rede de supermercados Pão de Açúcar já começou a implementar o método, com um projeto batizado de Reutilizar #praserfeliz.

Em operação na loja da Avenida Ricardo Jafet, ele permite ao cliente adquirir 40 tipos de produtos, como grãos, sementes, chocolate e sal, por exemplo. Para isso, ele pode tanto trazer uma embalagem de casa ou adquirir um pote de vidro reutilizável no ato da compra.