Projeto recolhe material escolar usado para reutilização

Todo começo de ano escolar é a mesma história: pais e filhos lotam as papelarias em busca de cadernos, canetas e outros utensílios que encorpam as listas de material escolar. E a ânsia por começar um novo ano letivo acaba, por vezes, deixando que parte do material do ano passado, que poderia ser reutilizado (bastando arrancar algumas páginas no caso de cadernos), fosse parar no lixo.

Um lápis não utilizado pode fazer a diferença para um aluno sem recursos.
Um lápis não utilizado pode fazer a diferença para um aluno sem recursos. Foto: Pixabay.

Pensando nisso, a Educasol Brasil passou a recolher a doação de material escolar já usado, preparando-o para crianças que precisam e não têm condições de comprar lápis de cor, borrachas ou até giz. Agora, o projeto passou a receber livros para montar uma biblioteca colaborativa.

É importante disseminar propostas como essa, que pregam a reutilização de material muitas vezes ignorados por aqueles que têm acesso a novos produtos. E para isso, as redes sociais são sempre uma ótima ferramenta.

Para integrar o movimento basta acessar a página do Facebook do Educasol Brasil.