Crochetando solidariedade

Um grupo de amigas de Petrópolis, região serrana do Rio, adaptou o velho ditado “de grão em grão a galinha enche o papo” e criou o próprio dizer: “de quadrado em quadrado a gente faz uma manta”.

Durante uma aula de crochê, as 4 amigas tiveram a ideia de fazer mantas para aquecer idosos carentes com alegria no próximo inverno. E logo surgiu uma iniciativa ainda melhor: “Vamos fazer disso uma campanha de solidariedade e mostrar que, se cada um fizer um pouco, tudo fica mais fácil e mais divertido.”

As Crocheamigas mostrando os primeiros quadrados feitos
As Crochemigas mostrando os primeiros quadrados feitos

Pensando na importância de redes de solidariedade, elas começaram a pedir às amigas que enviassem um quadrado de crochê de 20 x 20 cm para um caixa postal no centro da cidade.

quadradinhos de crochê doados para virarem mantas

 

E rapidamente, o projeto cresceu. Várias crocheteiras se animaram a participar da campanha, a mandar quadrados de diversos estados e logo elas começaram a costurar as primeiras mantas. Até agora já foram feitas mais de 60!

manta de crochê do projeto das Crochemigas

 

“Sabemos que é algo trabalhoso, mas a ideia é, acima de tudo, mostrar do que a solidariedade é capaz,” diz a artista plástica Renata Gam, professora de crochê do grupo.

pedaço de uma das mantas de crochê

 

“Quem não sabe crochetar, pode ajudar doando lãs para o projeto. Quem não pode doar lãs, pode nos ajudar a divulgar. Para que uma sociedade funcione, cada um tem que fazer a sua parte, do jeito que pode”,  completa Marcia Coelho Netto, amiga e aluna de Renata.

O grupo, que se autointitula Crochemigas, explica que, de preferência, os quadradinhos devem ser feitos com agulha de crochê número 4. E para quem quer aprender esta técnica de artesanato, Renata dá aulas pela página no Facebook: crochemigas

detalhe de mãos com agulha de crochê

 

Cada quadradinho fica mais lindo do que o outro. E, quando juntos, ficam ainda mais bonitos, porque expressam a força do trabalho comunitário.

As Crochemigas mostram, orgulhosas, uma das primeiras mantas a ficarem prontas do projeto de solidariedade
As Crochemigas mostram, orgulhosas, uma das primeiras mantas a ficarem prontas

Se você se anima a participar da campanha, fica aqui o endereço para entrega dos quadradinhos. Mãos a obra! O recolhimento do material termina no dia 8 de mai e a primeira entrega já está agendada para ser feita na Casa de Benefício Alcides de Castro, em Itaipava, Petrópolis, onde vivem 40 idosos.

Rua do Imperador, 350 Caixa Postal 90317

Centro de Petrópolis, RJ

CEP: 25620-971

Leia também:

https://mudatudo.com.br/atitude-que-muda/artista-sueca-cobre-casas-com-croche-rosa-em-nome-dos-refugiados/