Os benefícios do vinagre de maçã

Se engana quem pensa que o vinagre de maçã serve apenas para temperar a salada. Suas qualidades vão muito além do uso gastronômico. O líquido, que é feito a partir da fermentação alcoólica de um carboidrato seguida da fermentação secundária por ácido acético, possui qualidades medicinais citadas dede a antiguidade, como pelo estudioso grego Hipócrates.

Responsável por promover a versatilidade do produto, o Vinegar Institute listou alguns de seus benefícios, que vão desde aqueles comprovados pela ciência até casos apenas de sabedoria popular:

Refresca o hálito

Basta um bochecho com água.

Trata refluxo gástrico

O tratamento consiste em tomar de uma a duas colheres de chá de vinagre de maçã diariamente.

Alivia incômodo gastro-intestinal

O vinagre pode ajudar quem sofre de diarreia por infecção causada por bactéria. Basta misturar de uma a duas colheres de sopa em água e beber.

Previne indigestão

Dizem que ao tomar uma colher de chá de vinagre de maçã misturada a uma colher de chá de mel em um copo de água morna, 30 minutos antes de uma refeição, basta para garantir que a comida cairá bem.

vidro com vinagre de maça
Vinagre de maçã: ele é muito mais poderoso do que imaginam. Foto reprodução.

Acaba com soluços

Há quem diga que uma colher de chá de vinagre de maçã garganta abaixo basta.

Cuida do cabelo

O vinagre tem função de limpeza para cabelos oleosos: enxágue o cabelo com uma mistura de duas colheres de sopa de vinagre em um copo de água.

Alivia dor de garganta

Ao sentir os primeiros sinais de dor de garganta tente misturar ¼ de vinagre de maçã com água morna e gargareje de hora em hora.

Combate a coceira

Um pouco de vinagre aplicado com algodão é recomendado para fazer com que a picada de mosquito pare de coçar.

Diminui os níveis de glicose

Estudos têm mostrado o efeito positivo do vinagre de maçã nos níveis de açúcar do sangue, podendo ajudar no combate à diabetes.

Veja outra dica do Muda Tudo sobre descarte de óleo de cozinha!

https://mudatudo.com.br/atitude-que-muda/grande-rio-e-reciclagem-de-oleo-de-cozinha/