Sargento da PM comanda orquestra em comunidade do Rio

O sargento da Polícia Militar José Ricardo Moreira da Silva encontrou seu verdadeiro talento há três anos quando assumiu o desafio de fazer um projeto social com um grupo de crianças, jovens e adultos da Vila Kennedy, no Rio de Janeiro. Desse encontro, nasceu o Projeto Orquestra Bela Oeste, primeira orquestra do bairro, que fica na zona oeste do Rio.

Sargento José Ricardo Moreira da Silva rege a Orquestra Bela Oeste. Foto Reprodução Facebook
Sargento José Ricardo Moreira da Silva rege a Orquestra Bela Oeste. Foto Reprodução Facebook

O destino do sargento Silva e seus alunos não se cruzou por acaso. Com um avô sambista e um pai trompetista, o sargento cresceu com música e sempre teve o desejo de participar de um programa social. Quando recebeu a missão de coordenar um projeto musical com jovens carentes, aceitou sem titubear.

O projeto nasceu em 2015 da iniciativa de Carlos Pimenta, capitão da Polícia Militar, e do agitador cultural e escritor Binho Cultura como uma forma de aproximar a população local da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Apesar de encontrar uma resistência inicial, o sargento Silva conquistou a confiança da vizinhança e atraiu cada vez mais alunos. Com ele, o soldado Thiago Britto Corrêa participa da orquestra e ajuda a manter o trabalho.

Hoje, o projeto utiliza o espaço do Teatro Mário Lago e oferece aulas teóricas e práticas para moradores do bairro, de segunda à quinta, sem restrição de idade. Até agora, mais de 500 alunos já passaram pelo programa. Parte dos instrumentos foi adquirido pelo próprio projeto, o restante foi doado por um comerciante local.

Projeto Orquestra Bela Oeste. Foto Reprodução Facebook
Projeto Orquestra Bela Oeste. Foto Reprodução Facebook

Às sextas, o local é usado para os ensaios da Orquestra Bela Oeste, composta por 50 músicos. No repertório, a orquestra mistura clássicos e música popular, alternando Mozart e Anitta, e se apresenta em eventos pela cidade.

Apesar do anúncio, feito este ano, de que a UPP da Vila Kennedy deve ser fechada, o projeto será mantido. As notícias sobre o projeto podem ser acompanhadas em sua página no Facebook.

Leia também:

O coral dos sem-teto mais famoso do Rio