Por onde anda a sua consciência?

 

Durante minha caminhada pela manhã escutei a seguinte frase, “Aquele ali só está interessado no que interessa a ele.” Tive que rir, mas ao mesmo tempo, agradecer o desabafo daquele senhor. A frase um tanto quanto literal traz uma mensagem valiosa. Do ponto de vista da moral e ética, a reclamação diz respeito a uma atitude egoísta, o que nos leva a pensar que ele tem toda razão de estar indignado. Mas ainda que o homem da história seja mesmo um autocentrado, a verdade é que a maior parte do tempo estamos mais interessados no que os outros estão fazendo do que em como estamos agindo. Tomar conta da vida alheia é uma forma de não encarar nossos próprios desafios. Nos “livramos” das nossas responsabilidades quando assumimos a história de alguém, seja a do filho, da mãe, dos amigos ou desconhecidos. Achamos bonito “ajudar” o outro, mesmo não tendo sido chamado para tal tarefa. Você conhece a frase, “O outro é problema dele?” Cada um de nós tem um propósito a cumprir, uma missão a desenvolver. Enquanto estivermos mais interessados em resolver a vida dos outros, mais estaremos atrasando o nosso amadurecimento e consequentemente a evolução do planeta. Imagine se o fígado resolvesse se intrometer no funcionamento do pulmão e parasse de fazer sua função? Na natureza cada um toma conta do seu e por isso tudo flui em harmonia. Se você quer mesmo ajudar as pessoas, cuide primeiro da sua consciência interior. Só mudando a nós mesmos é que poderemos ajudar a construir um mundo melhor. No mais, é só prepotência.

Se quiser conhecer mais sobre o Coaching de Consciência, mande uma mensagem para [email protected]

Vejo você!