Hygge: entenda o conceito nórdico de felicidade e bem estar

Salários dignos, educação pública de qualidade, igualdade entre os gêneros e um nível de corrupção baixo são alguns dos fatores que fazem o dinamarquês ser conhecido como o povo mais feliz do planeta. Mas além de tudo isso, existe outro fator importante para isso: o hygge.

A palavra, cuja pronúncia é “huga”, se asselha a palavra da lingua portuguesa “saudade”, que não tem tradução. Por isso, explicar seu significado requer algum tempo. Por exemplo, esse conceito nórdico de felicidade e bem estar engloba momentos de aconchego com a própria consciência e entre amigos.

Por isso, o hygge não é apenas uma atitude ou uma filosofia de vida, que envolve momentos como um chá quente com a família ou aquele tempo tranquilo para ler um bom livro Hygge também tem a ver com o aspecto visual, como enfeitar o ambiente com plantas e flores e cercar-se de objetos de valor sentimental.

Cozinhar junto com os amigos é parte do estilo hygge.
Cozinhar junto com os amigos é parte do estilo hygge. Foto: Pixabay.

Teóricos dinamarqueses explicam que o hygge não é algo que se possa comprar. É preciso investir tempo para entrar nesse estado de espírito. Descrito pelos sentidos, o hygge é para o paladar aquele sabor familiar e reconfortante. Já na audição, está conectado ao crepitar da madeira na fogueira, ao barulho dos pingos de chuva na grama ou mesmo à ausência de som.

E sabe aquele cheiro que te faz lembrar um tempo ou um lugar seguro e saudoso? Essa é a manifestação do hygge pelo olfato. Enquanto para o tato, trata-se de sentir texturas rústicas, como a madeira, a cerâmica e a lã.

Pelo visto o estilo hygge não precisa ser entendido, mas sentido! Como saudade…

Mais sobre a Dinamarca no Muda Tudo:

ONG de designer reduz desperdício alimentar na Dinamarca em 25%