Minimalismo: entenda essa tendência

Sustentabilidade: essa é uma das palavras de ordem aqui no Muda Tudo. Um dos pilares superimportantes desse conceito é a redução do consumo. Menos consumo gera menos lixo e, por consequência, menos malefícios ao meio-ambiente. E um dos movimentos que defendem a redução máxima do consumo é o Minimalismo.

Veja parte do manifesto do movimento, encontrado no site www.vidaminimalista.com.br:

“Ter uma vida minimalista não é ter menos do que se precisa. (…) É ter o suficiente. É comprar sem culpa, mas com consciência, sabendo que aquilo que está adquirindo é realmente útil e necessário. É saber que tudo o que temos em casa, há uma finalidade. “

A ideia é simples: ter consciência do que você de fato precisa, em vez de consumir apenas por algum impulso gerado pela publicidade ostensiva. E desapegar, faz parte da jogada.

No final de novembro já estamos acostumados a ver as cenas da Black Friday nos Estados Unidos, onde as pessoas se amontoam nas portas de lojas e se estapeiam para conseguir produtos por preços com enormes descontos.

 

O que é tratado em tom de piada denota uma grande característica do nosso século: o consumo incansável. Não basta você ter o celular megapotente com duzentos aplicativos, você precisa ter o mais recente a ser lançado. Muitas vezes a impressão que fica é que não importa o que o seu produto pode fazer, mas a aparência e a marca dele.

Nesse contexto, foi produzido, em 2016, o documentário “Minimalism”, que trata justamente desse tema. Veja o trailer:

O movimento prega uma maior consciência também na web. As redes sociais e os dispositivos eletrônicos devem ser usados sempre de forma que não atrapalhem a sua vida e o seu contato com o mundo e com a natureza. Inclusive, para poupar bytes e usar menos o computador, vamos finalizar o texto por aqui. =)

Assista ao documentário, pense sobre o assunto, e se puder, claro, consuma de forma consciente. O planeta agradece!