Maior jardim vertical do mundo fica na Colômbia

Fica na cidade de Bogotá, capital da Colômbia, o maior jardim vertical do mundo. A construção possui 115 mil plantas, distribuídas em camadas por 3.100 metros quadrados, que promovem um impacto ambiental positivo em todo o bairro onde foi implementado.

O jardim está instalado no exterior do edifício residencial Santalaia, de nove andares, e seu projeto foi realizado pela empresa de arquitetura Exacta Proyecto Total, com o paisagismo da Groncol. Foram necessários 16 meses para finalizar a obra.

Edifício Santalaia, em Bogotá, que possui o maior jardim vertical do mundo. Foto Reprodução.
Edifício Santalaia, em Bogotá, que possui o maior jardim vertical do mundo. Foto Reprodução

A construção teve início com uma estrutura de metal, onde foram fixados painéis à prova de água. Uma camada composta por material têxtil sintético foi anexada e as plantas, todas de espécies nativas tropicais, formam a camada final.

A instalação de paredes verdes em construções traz uma série de vantagens para o meio ambiente. Elas produzem oxigênio e ajudam a combater a poluição, melhorando a qualidade do ar para todas as pessoas que vivem nas redondezas. O jardim também favorece a fauna no meio da cidade, ao se tornar refúgio para pequenos animais.

Além disso, colaboram para diminuir a poluição visual nos grandes centros, deixando mais agradável o dia a dia das pessoas que circulam no seu entorno.

Edifício Santalaia, em Bogotá, que possui o maior jardim vertical do mundo. Foto Reprodução.
Edifício Santalaia, em Bogotá, que possui o maior jardim vertical do mundo. Foto Reprodução

Para quem ocupa o edifício, as plantas garantem isolamento térmico e acústico, tornando o ambiente interno mais silencioso e com temperatura mais amena. Isso também contribui para reduzir o gasto de energia elétrica, diminuindo a necessidade do uso de ar condicionado.

Segundo os responsáveis pelo projeto do maior jardim vertical do mundo, ele é capaz de produzir oxigênio para mais de 3000 pessoas a cada ano, processa mais de 775 quilos de metais pesados e filtra mais de 2000 toneladas de gases nocivos.

Para manter as plantas sempre verdes, o jardim conta com um sistema de irrigação que utiliza água reaproveitada dos chuveiros dos apartamentos e tratada em uma estação própria.

Leia também:

Projeto brasileiro vence prêmio de melhor prédio sustentável