Estilista com síndrome de down rompe barreiras do mundo da moda

Muitas vezes, mais difícil do que uma condição genética é a exclusão social. O caso da guatemalteca Isabela Springmuhl, de 19 anos, é a prova disso.

Ela é a primeira designer de moda com síndrome de down a mostrar uma coleção na London Fashion Week. O desfile aconteceu recentemente e a apresentação foi um sucesso. Mas o feito quase não aconteceu porque Isabela não foi aceita pela universidade na qual tentou estudar por ter down. E se não fosse muita determinação e o forte apoio da família, ela poderia ter desistido da carreira.

A paixão pela moda começou ainda na infância, com forte influência da avó estilista. Isabela desde cedo costurava vestidos para suas bonecas. E os anos foram passando e a menina levou adiante o sonho de ser estilista.

Em 2015, ela criou a marca “Down to Xjabelle“, uma linha pensada em pessoas que também têm síndrome de down e, por isso, têm características físicas diferentes. Ela explica que tem pescoço e braços mais curtos e encontra dificuldade para comprar modelos que lhe caiam bem. Isabella costuma usar tecidos guatemaltecos feitos por artesãs de origem indígena, valorizando a cultura local.

Vale visitar o site dela. Uma história super inspiradora.

http://www.downtoxjabelle.com