Transformando crianças com câncer em heróis

Por meio de um projeto conduzido apenas por voluntários, a figurinista Thaís Casasola está levando mais cor, alegria e autoestima para crianças que passam por tratamento contra câncer em São Paulo. O projeto, chamado Era uma Vez, Cabelos Mágicos, doa toucas de crochê inspiradas em heróis, heroínas e princesas para pequenos pacientes em hospitais paulistas.

Menina ganha cabelos de crochê da ONG Cabelos Mágicos. Foto Divulgação
Menina ganha cabelos de crochê da ONG Cabelos Mágicos. Foto Divulgação

O projeto nasceu no final de 2017, em São Bernardo do Campo (SP), e já confeccionou e entregou mais de mil perucas para crianças com câncer que perderam os cabelos como consequência de tratamento quimioterápico.

As perucas de lã são inspiradas em personagens como Mulher Maravilha, Homem Aranha, Capitão América, The Flash, Elsa e Ana, da animação “Frozen”, e Jack Sparrow, de “Piratas do Caribe”.

Para produzir as perucas, toda a lã é proveniente de doações e as peças são produzidas em encontros semanais de um grupo de aproximadamente 60 voluntárias. Para fazer a entrega, os participantes do projeto também se vestem como heróis conhecidos das crianças, para tornar o momento ainda mais lúdico e feliz.

Criança ganha cabelos de crochê da ONG Cabelos Mágicos. Foto Divulgação
Criança ganha cabelos de crochê da ONG Cabelos Mágicos. Foto Divulgação

A Cabelos Mágicos foi inspirada em um projeto desenvolvido no Alasca e surgiu depois que Thaís passou pessoalmente por tratamento contra um tumor. Para ela, o objetivo do trabalho é lembrar a essas crianças que elas são crianças e ajudá-las a deixar a doença de lado por alguns momentos.

As toucas são feitas todas as terças-feiras, em São Bernardo do Campo, e a iniciativa está aberta a novos voluntários que queiram participar da produção das peças. Também é possível confeccionar toucas à distância e enviar para o projeto. As informações de contato estão disponíveis no site oficial cabelosmagicos.org.

Voluntários da ONG Era Uma Vez, Cabelos Mágicos. Foto Divulgação
Voluntários da ONG Era Uma Vez, Cabelos Mágicos. Foto Divulgação

A emoção das crianças e de seus pais durante as entregas é registrada na página oficial do projeto no Facebook e em um perfil no Instagram.

Leia também:

Menina de 11 anos dá aulas a outras crianças no Recife