Sorvete para aliviar efeitos da quimioterapia

Uma equipe de pesquisadoras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) criou um sorvete contra os efeitos da quimioterapia e, ao mesmo tempo, oferece nutrientes importantes para as pessoas em tratamento contra o câncer que não conseguem se alimentar direito.

O suplemento foi desenvolvido pela nutricionista Paloma Mannes, especialista em Saúde com Ênfase em Alta Complexidade, com orientação da professora Francilene Gracieli Kunradi Vieira e participação de Akemi Arenas Kami, nutricionista da unidade de oncohematologia do Hospital Universitário.

Professora Francilene Kunradi Vieira, nutricionista Paloma Mannes e Marcelo Kuerten Baracuhy, da YPY Sorvetes. Foto Reprodução
Professora Francilene Kunradi Vieira, nutricionista Paloma Mannes e Marcelo Kuerten Baracuhy, da YPY Sorvetes. Foto Reprodução

Trata-se de um alimento saboroso e que fornece grande quantidade de energia, fibras e proteínas. Por ser gelado e fácil de ingerir, ele é uma opção agradável para aplacar efeitos colaterais da quimioterapia como náusea, irritações estomacais, feridas e aftas na boca, e colabora para diminuir a perda de peso.

Estudos anteriores apontavam que os desejos alimentares mais comuns entre pacientes que estão em tratamento quimioterápico são por comidas geladas, ácidas e frutas, e deram a Paloma a ideia de desenvolver um suplemento alimentar com essas características. Além das propriedades nutricionais, o sorvete ainda oferece conforto aos pacientes, por ser um alimento normalmente associado a momentos de prazer e bem-estar.

Em sua fórmula, o sorvete traz açúcar orgânico, a fibra solúvel polidextrose, whey protein isolado e azeite de oliva desodorizado, sem sabor. Por isso, não contém lactose e possui baixo teor de gordura.

Sorvete contra os efeitos da quimioterapia já pode ser encontrado na região Sul. Foto Divulgação
Sorvete contra os efeitos da quimioterapia já pode ser encontrado na região Sul. Foto Divulgação

A pesquisa chamou a atenção da fabricante de sorvetes YPY Sorvetes Premium, de Florianópolis, que passou a realizar a produção. O produto passou por testes e já é oferecido a pacientes do Hospital Universitário da UFSC. Ele também pode ser encontrado em outros pontos de venda na região Sul.

O objetivo de toda a equipe é ampliar a distribuição do produto para mais pacientes em tratamento contra o câncer pelo Brasil e também levar a outras pessoas que possam se beneficiar do produto, como pacientes com problemas bucomaxilares ou idosos com perda de apetite.

Leia também:

Garoto de 11 anos ensina ioga para ajudar crianças com câncer