Como reduzir o lixo produzido na cozinha

A produção de lixo é um dos grandes desafios atuais. O lixo doméstico, que dentro de nossa casa parece apenas uma pequena porção do problema, é uma questão alarmante e que ainda não é encarada com a seriedade necessária. Mas é possível reduzir o lixo gerado dentro de casa.

Segundo a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), cada brasileiro produz, em média, um quilo de lixo por dia. Só na cidade de São Paulo são geradas 17 mil toneladas diárias de resíduos.

De acordo com o Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, divulgado em setembro deste ano pela Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais), a quantidade de lixo produzida pelo brasileiro ainda está crescendo ano a ano. Isso prova que a nossa população ainda não adquiriu a consciência da importância do cuidado com o lixo. Para se ter uma idéia do descaso em relação ao problema, 30% das cidades brasileiras não contam com nenhum tipo de coleta seletiva.

No mercado, preste atenção na embalagem e opte pelo que tiver menos camadas. Designed by rawpixel.com/Freepik
No mercado, preste atenção na embalagem e opte pelo que tiver menos camadas. Designed by rawpixel.com/Freepik

Mas é possível contribuir para melhorar esses números dentro de casa com medidas simples. Confira abaixo dicas para diminuir a produção de lixo na cozinha de casa:

Compre menos

Parece óbvio, mas é importante pensar nisso. Para reduzir o lixo e descartar menos alimentos, compre menos. Não se deixe levar pelo colorido das frutas na feira se não haverá tempo de consumidor dentro da validade nem pelo preço atraente de uma promoção de produtos perecíveis. Conhecer os hábitos da casa e a rotina dentro da cozinha é essencial para realizar compras corretas, dentro das necessidades de consumo da casa e evitando o desperdício.

Preste atenção nas embalagens

Hoje em dia, os supermercados estão repletos de produtos comercializados em embalagens duplas ou triplas. São, por exemplo, recipientes plásticos dentro de caixas de papelão e finalizados em filme plástico. Ao fazer compras, preste atenção na embalagem e opte pela que tiver menos camadas ou escolha o recipiente que poderá ser reaproveitado na própria cozinha.

Fuja dos descartáveis

A praticidade dos descaráveis é tentadora – uma festa em casa sem louça para lavar no dia seguinte é o sonho de anfitriões. Mas é necessário pensar no impacto que essa solução causa. Papel toalha e guardanapos, dentro de casa, podem também ser substituídos por alternativas de pano.

Outra mudança que trará impacto positivo significativo na quantidade de lixo produzida dentro de casa é a aquisição de um filtro de água. Dessa forma, aquelas garrafas de água descartáveis nunca mais precisarão estar na lista de compras.

Guardanapos de papel podem ser substituídos por opções de pano laváveis para reduzir o lixo. Foto Pixabay
Guardanapos de papel podem ser substituídos por opções de pano laváveis para reduzir o lixo. Foto Pixabay

Abandone as esponjas

As esponjas para lavar louça podem ser substituídas por buchas ou escovas com cerdas vegetais. Esses produtos duram mais tempo e, ao serem descartados, irão agredir menos o meio ambiente.

Tenha uma composteira

Se você mora em casa ou em apartamento espaçoso, uma porção do lixo orgânico pode ser destinado a uma composteira. Parte do que seria jogado no lixo, como cascas de frutas e legumes, pode ser transformado em adubo de forma natural e aproveitado novamente dentro de casa.

Leia também:

Projeto transforma alimentos descartados em refeições